Veja quais são os procedimentos estéticos não invasivos mais procurados

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Veja quais são os procedimentos estéticos não invasivos mais procurados

A busca por procedimentos estéticos e cirúrgicos está cada vez maior entre os brasileiros. No entanto, existe um crescimento vertiginoso na busca por procedimentos não invasivos, ou minimamente invasivos, como a drenagem linfática homem.

Confira, a seguir, quais são os procedimentos não invasivos mais procurados em uma clinica de estética: a blefaroplastia com plasma e a aplicação de botox nas axilas.

Correção da pálpebra caída

Durante a última década, a medicina do plasma conheceu desenvolvimentos espetaculares, particularmente para desinfecção, cicatrização de feridas e tratamento de úlceras.

Ele é obtido através da excitação desse gás fornecendo energia elétrica que pode ser aplicada à pele sem causar danos. Na dermatologia cosmética, o uso desse plasma permite o tratamento de pequenas lesões ou imperfeições da pele, como cicatrizes de acne ou verrugas, e a realização de blefaroplastia com plasma.

Parece haver um consenso significativo na comunidade médica especializada em intervenções cosméticas, para um procedimento não ablativo sem contato direto com a pele, que seja ao mesmo tempo eficaz e seguro, usando a tecnologia de plasma.

Este dispositivo médico fornece uma opção vaporizando a camada mais superficial da epiderme, removendo o xantelasma palpebral e apagando as rugas peribucais sem cicatrizes ou incisão, na clinica de estetica. No entanto, não induz nenhuma reação de renovação de colágeno.

A pele da pálpebra é extremamente fina, altamente móvel e sofre muito estresse por piscar diariamente. Esta é a razão pela qual a área ao redor dos olhos é a primeira a mostrar sinais de fadiga e envelhecimento.

Mesmo que o envelhecimento seja inevitável, existem fatores externos que agravam ou precipitam esse fenômeno, como o tabaco e a exposição ao sol, que são os piores inimigos da cútis, mesmo fazendo limpeza de pele regular.

Com o tempo, a pele muito fina em torno dos contornos dos olhos desenvolve rugas e perde a elasticidade e firmeza. As pálpebras se tornam pesadas, progressivamente caídas, bolsas de gordura aparecem nas pálpebras inferiores e as linhas de expressão (rugas dinâmicas) tornam-se visíveis, particularmente nos cantos externos dos olhos.

O objetivo da blefaroplastia, então, é eliminar ou reduzir essas imperfeições palpebrais para tornar os olhos mais relaxados e mais jovens. Esse procedimento acaba se encaixando na área de estetica corporal.

Muitos praticantes ainda usam o bisturi convencional ou o bisturi a laser para corrigir pálpebras inestéticas e envelhecidas. O desenvolvimento de técnicas leves e não invasivas, como técnicas não cirúrgicas, incluindo a blefaroplastia com plasma, abrem a possibilidade de novos procedimentos estéticos.

A escolha do uso do dispositivo de tecnologia de plasma, no entanto, depende da sua opinião pessoal, experiência profissional do médico e resultados.

Caso seja bem aplicada, a blefaroplastia não cirúrgica é capaz de fornecer aos pacientes resultados predominantemente positivos e satisfatórios, após uma única sessão, na maioria dos casos, na seleção de candidatos adequados para esta modalidade de tratamento.

Aplicação de botox

Injeções de botox são usadas para tratar uma variedade de condições médicas. Botox é uma neurotoxina feita a partir dos micróbios que causam o botulismo (uma espécie de intoxicação alimentar).

Mas não se preocupe, é muito seguro se usado adequadamente por um profissional médico. A aplicação de botox começou como um tratamento cosmético para suavizar as rugas faciais ao paralisar temporariamente os músculos.

No entanto, os médicos também usam o botox para tratar:

  • Doenças neuromusculares;

  • Enxaquecas;

  • Espasmos musculares;

  • Hiperidrose.

A hiperidrose é o termo médico para a transpiração excessiva. Refere-se a qualquer transpiração anormal, como suar quando não está quente.

As pessoas que suam excessivamente muitas vezes absorvem suas roupas ou escorrem suor. Antitranspirantes regulares não funcionam bem para aqueles com essa condição.

Por isso, a aplicação de botox nas axilas são uma nova opção de tratamento para pessoas com hiperidrose. Dessa forma, você pode ser um candidato ao uso do botox se sua transpiração não melhorar com antitranspirantes prescritos.

Mas lembre-se de que o botox não passou pela mesma quantidade de testes rigorosos para confirmar sua eficácia no tratamento da transpiração excessiva em outras áreas do corpo.

É importante lembrar que apesar desses procedimentos serem não invasivos, eles devem ser feitos em uma clínica de estetica corporal idônea com profissionais treinados, capacitados e habilitados para isso.

Todo cuidado é pouco na escolha do local e do profissional. Coloque sua segurança em primeiro lugar e garanta um procedimento de sucesso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *