O que fazer em situações de urgência no cuidado com idosos?

Seu portal de Saúde e Bem Estar

O que fazer em situações de urgência no cuidado com idosos?

Situações urgentes são aquelas que acontecem de repente e requer algum tipo de ação imediata, principalmente durante o cuidado com idosos.

Geralmente, quando a pessoa se encontra em uma idade muito avançada, o recomendado é manter um auxiliar de enfermagem para idosos por perto, para que essas situações desagradáveis sejam amenizadas.

No entanto, não são todas as famílias que podem manter um profissional especializado em cuidados com idosos.

Por conta disso, fizemos este artigo com as principais dicas sobre o que fazer em situações de urgência no cuidado de idosos.

Continue a leitura a partir do próximo tópico.

Atendimento médico

As situações emergenciais, muitas vezes, não podem ser apaziguadas por pessoas que não possuem conhecimento prévio no que diz respeito ao atendimento médico hospitalar.

Portanto, manter uma lista com os principais telefones de atendimento médico é essencial.

Sendo assim, para qualquer tipo de situação que seja caracterizada como urgente, o familiar responsável pela pessoa idosa deve entrar em contato com o hospital e explicar em detalhes o que aconteceu.

Muita gente sente dificuldade em explicar o ocorrido para o atendimento médico, devido ao fator emocional.

Afinal, quando acontece algo com um familiar, as emoções vão às alturas. Contudo, o recomendado é manter a calma e explicar por etapas o que aconteceu com o senhor ou senhora.

Confira os telefones de atendimento para casos urgentes:

  • SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência: 192;
  • Corpo de Bombeiros Militares: 193;
  • Polícia Militar: 190;
  • Hospital conveniado: (se houver).

Na hora de acompanhar o idoso ao médico, é importante separar uma pasta com todas as medicações, possíveis alergias e as documentações do paciente.

Manter tudo em ordem vai facilitar o trabalho dos responsáveis pelo atendimento médico, uma vez que também vai agilizar todos os procedimentos, inclusive a aplicação de qualquer remédio.

Assim sendo, o acompanhamento hospitalar para idoso fará o trabalho adequado e cabível para cada situação emergencial.

Primeiros socorros

Em boa parte dos casos, os primeiros socorros podem e devem ser executados antes de ligar para o atendimento médico.

Assim como já indica o nome, os primeiros socorros é a primeira ação que deve ser tomada para manter a integridade de qualquer pessoa em situação de risco, inclusive o idoso.

Quando o cuidador de idosos se propõe a prestar os primeiros socorros, ele deve manter a calma e ter paciência para liderar a situação.

Assim como foi mencionado há pouco, é preciso tranquilizar a situação, para que todos os procedimentos possam ser feitos com qualidade e assertividade.

Dependendo do grau de urgência, é necessária a intervenção imediata de um profissional de enfermagem. Sendo assim, o familiar responsável deve entrar em contato com o hospital imediatamente.

Para pessoas que convivem com idosos, fazer um curso auxiliar de enfermagem é uma boa opção para aprender algumas técnicas de atendimento hospitalar, além de saber de fato como manter a tranquilidade no ambiente.

Além do mais, o curso pode despertar a vontade de trabalhar com idosos no futuro.

No caso de idosos com Alzheimer

Geralmente, as situações envolvendo pessoas com mal de Alzheimer são mais complicadas que as demais.

Isso porque, dependendo do grau da doença, o indivíduo perde aos poucos as noções mais comuns e básicas da vida humana, como andar, falar e comer.

Cuidadores de idosos com mal de Alzheimer são treinados especialmente para situações em que o paciente fica em constante agitação, sintoma muito comum da doença.

Além disso, manter um desses cuidadores é a melhor maneira para evitar situações desagradáveis e lidar com casos urgentes.

Quando o Alzheimer chega ao estado intermediário, o idoso sente grandes dificuldades de compreensão, dificultando ainda mais a comunicação com os familiares.

Como contratar um cuidador?

Quando o familiar idoso chega a um determinado nível de velhice, os cuidados que eram prestados a ele começam a ser insuficientes.

Trocas de fraldas, alimentação e banho para idosos são tarefas dificílimas de ser prestadas corretamente, a não ser que seja por um profissional.

Quando o indivíduo chega nesta situação, o ideal é que os familiares comecem a disponibilizar vagas para cuidador de idoso, pois irão precisar no futuro.

Ter um profissional cuidador por perto é a melhor maneira de lidar com situações emergenciais.

Além do mais, para ocasiões mais trabalhosas, como banho e alimentação, o cuidador sempre estará por perto para prestar qualquer tipo de ajuda.

Lembre-se, a melhor idade requer atenção, amor e, acima de tudo, cuidados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *