Tratamentos estéticos invasivos e não invasivos

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Tratamentos estéticos invasivos e não invasivos

A busca por um corpo dentro dos padrões não é algo novo. Desde o surgimento da moda, muitas pessoas modificam seus corpos para se adequarem à estética do período. Por esse motivo, há diversos tratamentos, procedimentos e intervenções que prometem modificar a aparência, de forma saudável e cuidadosa.

Claro que, apesar das inúmeras formas cirúrgicas (invasivas e não invasivas), cuidados com a alimentação e a prática de exercícios físicos são a chave para manter a saúde, ao mesmo tempo em que é possível definir o corpo.

Assim, é importante alinhar procedimentos de estética corporal com a qualidade de vida saudável, para o perfeito equilíbrio do organismo.

Procedimentos estéticos não invasivos: a drenagem linfática

Um dos procedimentos estéticos mais procurados é a drenagem linfática. O tratamento não é invasivo e visa ajudar na eliminação de peso, por meio da limpeza de resíduos das macromoléculas celulares.

Isso quer dizer que o método estimula o sistema linfático a trabalhar mais rápido e, assim, ajuda na eliminação dos líquidos e toxinas retidos nos gânglios linfáticos.

Além de desintoxicar o organismo, a drenagem linfática também estimula a regeneração dos tecidos, melhora o sistema imunológico e funciona como uma massagem terapeutica, colaborando com o relaxamento do corpo. A técnica também:

  • Combate a celulite e gordura localizada;
  • Tem ação anti-inflamatória;
  • Alivia os hematomas e inchaço;
  • Ajuda na oxigenação dos tecidos.

A drenagem linfática utiliza manobras manuais, em conjunto com aparelhos de estetica, que realizam pressão em determinadas áreas do corpo para direcionar a linfa e o esvaziamento dos gânglios linfáticos.

Ao longo da sessão, esses movimentos são repetidos para potencializar os resultados. O procedimento deve ser realizado por um profissional especializado, para que não haja riscos e o paciente não saia com hematomas.

Muito procurada por mulheres, principalmente, a drenagem linfática é indicada para pessoas que sofrem com retenção de líquidos e que buscam um emagrecimento mais rápido.

Apesar do público feminino ser o preferido, a drenagem linfática homem também é recomendada, em especial, para os homens que desejam eliminar gordura localizada ou têm problemas com má circulação sanguínea.

No entanto, o procedimento é contra-indicado para pessoas que sofrem com infecções agudas, insuficiência cardíaca, trombose, hipertensão e câncer. Mulheres grávidas podem realizar a drenagem somente após aval médico.

Para visualizar mais rapidamente os resultados da drenagem linfática, recomenda-se praticar exercícios físicos e manter uma dieta balanceada. Quem deseja tonificar ainda mais os músculos, pode combinar o procedimento com a aquisição de suplementos, como fornecedor de whey protein.

Procedimentos estéticos invasivos: a lipoescultura

Muito procurada em clínicas de estética, a lipoescultura é um procedimento invasivo, que visa eliminar a gordura localizada e remodelar o corpo do paciente.

Dessa forma, a gordura é aspirada, purificada e posteriomente realocada em outras partes do corpo, para aumentar o volume. Ela é uma cirurgia plástica e, portanto, quem deseja realizar a intervenção deve estar cientes dos riscos e dos cuidados.

O procedimento pode ser feito em várias partes do corpo, no entanto, a procura é maior pela lipoescultura abdominal, já que a intervenção promete a eliminação das gorduras indesejadas e o remodelamento do corpo.

Por isso, quem deseja ter um corpo definido busca a cirurgia como uma alternativa rápida.

É importante ressaltar que a lipoescultura é diferente da lipoaspiração, uma vez que a primeira realoca as gorduras para maior definição corporal, enquanto a lipoaspiração somente retira o excesso de gordura acumulada.

Por esse motivo, a lipoescultura não é recomendada para pessoas com grande excesso de peso.

Como toda cirurgia, antes de iniciar o procedimento, deve-se procurar por um bom cirurgião plástico e por uma clínica de qualidade. O paciente deve saber de todos os riscos envolvendo a intervenção e tomar as devidas precauções necessárias quanto ao pré e o pós-operatório.

Vale ressaltar que a lipoescultura não garante uma pele lisa e uniforme, especialmente, em pessoas mais velhas, que sofrem com a flacidez.

Por esse motivo, muitos pacientes preferem combinar a cirurgia com abdominoplastia, que remove o excesso de pele. Dessa maneira, é possível ter uma barriga perfeita, lisa e modelada.

Além disso, o paciente não deve se descuidar da alimentação e não deixar de praticar exercícios físicos, uma vez que os cuidados com o corpo devem abarcar também a questão da saúde, não só a aparência.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *