Serviços que podem melhorar a saúde do idoso

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Serviços que podem melhorar a saúde do idoso

Não é de hoje que as pessoas da terceira idade estão buscando se manter em maior atividade para conseguir cuidar cada vez mais da saúde.

No Brasil, pode-se encontrar a quinta maior população idosa do mundo, com cerca de 28 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, sendo que, a porcentagem de pessoas idosas alcançou 13,7%.

Um estudo realizado pelo Núcleo de Estudos em Saúde Pública e Envelhecimento, da Fiocruz de Minas.

Apontou que 30,1% dos idosos brasileiros têm alguma dificuldade para realizar atividades da vida diária.

Como tomar banho, fazer compras e utilizar o transporte público.

Por conta disso, o Ministério da Saúde tem medidas para reduzir o risco de perda da capacidade funcional.

Além de aumentar a sobrevida e o desempenho cognitivo da população da terceira idade. Entre essas medidas estão a prática de exercícios físicos e mentais.

Aula de Pilates

Na terceira idade, o corpo se torna bem mais frágil e a pessoa fica sujeita a inúmeras enfermidades, que podem variar de leves a graves.

Por conta disso, é muito importante praticar atividades físicas e ter uma boa alimentação durante essa fase.

Uma ótima opção de atividade é investir em uma aula de pilates, que oferece inúmeros benefícios para o condicionamento físico do idoso, como:

  • O corpo ganha um maior condicionamento físico;
  • Fortalecimento dos músculos;
  • Melhora da flexibilidade;
  • Trabalha todas as articulações de uma só vez.

A chegada da terceira idade faz com que o corpo mude e a coluna tenda a envergar, gerando, então, as más posturas.

O pilates trabalha diretamente com a postura ao realizar os movimentos que fortalecem a coluna e ajudam a garantir uma consciência corporal.

Além de estimular a consciência corporal, pois partir do momento em que essa pessoa passa a entender como seu corpo funciona.

Ela terá uma maior consciência corporal e estará colaborando para a melhora da sua saúde sem precisar para auxiliar o tempo todo nesse quesito.

Cuidado com a angina

Outro problema comum nesta idade é a angina, que não se caracteriza por ser, propriamente, uma doença, mas é um sinal de que o sistema cardiovascular do idoso não está funcionando como deveria estar.

A angina ocorre quando a irrigação do fluxo sanguíneo e do oxigênio se tornam insuficientes para abastecer o organismo, fazendo com que, com o passar dos anos, ela tenda a se agravar.

Fazendo com que os casos de dor no peito aumentem.

Se não for tratada e acompanhada por um especialista, a situação pode agravar.

É importante, que assim que perceber a dor, procurar rapidamente uma clínica de cardiologia para tratar angina, que irá detectar as possíveis causas, excluindo outras doenças.

Como já se trata de uma situação de caráter emergencial.

O tratamento da angina instável inicial é feito no pronto-socorro com medicamentos para melhorar o fluxo sanguíneo.

Diminuir a formação de coágulos e normalizar a pressão arterial.

Na angina variante o tratamento feito sobre orientação do cardiologista e pode utilizar medicamentos.

E até intervenções cirúrgicas para retenção dos sintomas.

Em todos os casos é recomendado que o paciente procure levar uma vida mais saudável praticando exercícios.

Conforme recomendação médica, ingerindo alimentos com menor quantidade de sal, gordura e açúcar.

É importante também que o paciente, em nenhum caso, automedique-se.

 

Um lugar para repousar

Embora exercícios físicos ajudem muito a saúde e fortalecimento de idosos.

Ainda sim é preciso estar atento a outros cuidados que envolvem a vida na terceira idade.

Como segurança, alimentação, doenças e afins.

Idosos precisam de cuidados especiais e atenção que muitas vezes não tem morando sozinhos.

Outro aspecto que deve ser levado em conta é a segurança. Uma residência comum pode estar cheia de armadilhas ocultas para um idoso.

Um tropeção em um degrau, bater em uma quina ou escorregar em um piso podem causar grandes problemas.

E é aí que entram o asilo para idosos particular, que são ambientes tranquilos e cheios de oportunidades.

Num espaço dedicado a eles, além de ser um ambiente mais estimulantes pois podem conviver com pessoas da mesma idade.

Eles trocam experiências, tem à disposição um corpo clínico eficiente para emergências.

Além de praticarem diversas atividades que auxiliam tanto na parte física como cognitiva.

O lar de idosos é um ambiente bastante saudável para vivenciar esta fase da vida.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *