Prótese craniana: do procedimento à recuperação

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Prótese craniana: do procedimento à recuperação

Você conhece a prótese craniana? Sabe do que e como ela é feita? Saiba aqui de forma simples e detalhada de como funciona esse item.

As situações em que ele pode ser utilizado e quais são os procedimentos e recuperação envolvendo a prototipagem craniana.

A prótese craniana prototipada é desenvolvida individualmente e a partir de exames de imagem de cada um dos pacientes.

Esse tipo de prótese permite que a modelagem do cimento ósseo seja precisa, assim podendo corrigir defeitos de quaisquer níveis no crânio dos pacientes. Esse tipo de prótese é muito utilizado em procedimentos cirúrgicos de cranioplastia.

Mas o que é a cranioplastia? A cranioplastia nada mais é do que um procedimento de reparação de defeitos ou deformidades do crânio.

Sendo assim, a reconstrução craniana através de próteses está diretamente ligada a ela. As causas para os problemas nessa estrutura óssea variam entre:

  • Cirurgias anteriores;
  • Tumores cerebrais;
  • Acidentes;
  • Deformidades genéticas;
  • Perfurações;
  • Movimentos bruscos.

Não pode ter erro: a prótese craniana customizada deve ter dimensões perfeitas, para que não existam problemas durante a cirurgia.

Através de parafusos e placas, ligados aos outros ossos cranianos, os médicos conseguem fixar a prótese. Ao fim da cirurgia, se garante ao paciente não apenas a saúde, como resultados estéticos ótimos.

Algumas vantagens do processo da prótese craniana prototipada

Uma das principais vantagens de se adotar esse procedimento com esses equipamentos para cirurgia, é a agilidade que o processo oferece, uma vez que o seu material permite produção rápida e eficiência.

Além de melhor a parte estética do paciente, a prótese craniana prototipada é especial porque é individual, ou seja, o processo de cranioplastia é diferente e exclusivo a cada paciente.

Outra vantagem que a prototipagem traz, é a redução no tempo de cirurgia, uma vez que o seu material, cimento ósseo acrílico, garante maior previsibilidade em casos de reconstrução do crânio.

Como já dito, a prótese deve ter dimensões perfeitas e, se tudo correr certo, outra vantagem pode trazer: conforto e segurança total ao paciente.

O alívio das dores de cabeça também é um problema que se resolve com esse procedimento. Sendo assim, cada vez mais essas próteses, têm sido utilizadas para construir moldes para programar, simular cirurgias.

Já preparar as construções e deixá-las mais eficientes. Existem inúmeras empresas distribuidoras de equipamentos e componentes, para a área de saúde no meio de órteses, próteses e materiais especiais.

Falando dos profissionais, os cirurgiões craniofaciais e os cirurgiões plásticos, são os capacitados e habituados a realizar o procedimento de cranioplastia.

Entretanto, é sempre preciso consultar o neurocirurgião, uma vez que falhas no crânio podem estar próximas de estruturas importantes e qualquer erro pode modificar o interior.

Além disso, acidentes durante o procedimento podem trazer complicações graves ou mais leves, a serem corrigidas posteriormente. Mas quais são os materiais mais usados neste procedimento?

  1. Prótese customizada em titânio: essa prótese feita em liga de titânio confere um encaixe anatômico muito bom. Essa liga oferece uma ótima biocompatibilidade e também resistência mecânica. Por conta do estímulo à aderência ao tecido, esse tipo de prótese também acelera a cicatrização;
  2. Prótese customizada em PEEK: por ser um polímero também de boa biocompatibilidade e mais denso que ligas metálicas, é um material muito leve;
  3. Polímero acrílico: baixo preço.

Recuperação da operação

A recuperação da cranioplastia é rápida e é em questão de dias que o paciente sai do hospital.

Mesmo assim, por ser uma cirurgia em um lugar delicado, o acompanhamento depois da cirurgia deve ser indispensável e intenso.

Principalmente nas primeiras horas após a cirurgia.

Além disso, é normal também que o paciente realize mais uma tomografia antes de sua liberação, para que se tenha certeza do perfeito encaixe da prótese e também do funcionamento cerebral.

Depois de ter a alta, o paciente passa por cuidados e deve ficar atento a alguns sinais, como dor de cabeça. O cansaço e a necessidade de repouso são normais, então deve-se descansar bem.

Até poder retomar sua rotina, o paciente vai precisar de tempo, então paciência. Contudo, se o paciente vir a apresentar alguns sintomas mais graves como febre, convulsão.

Além de infecção, líquido no lugar operado e dor de cabeça muito mais forte do que o normal, deve-se procurar assistência médica com urgência.

 

2 comentários

  1. Eliana Silva disse:

    Gostaria de saber em quanto tempo pode ser colocada a prótese craniana em um paciente que sofreu acidente e teve que retirar parte do crânio por motivo de hemorragia e inchaço do cérebro? A colocaçao da prótese pode ser logo que desaparece o inchaço?

    • redator disse:

      Olá Eliana, seja bem-vinda ao nosso blog!
      Quanto à essa informação o mais indicado é buscar ajuda de um especialista na área.
      Estimamos melhoras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *