Os benefícios dos equipamentos e profissionais da saúde

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Os benefícios dos equipamentos e profissionais da saúde

É fato que os efeitos do ambiente físico no processo de cura e bem-estar dos pacientes de um hospital são relevantes tanto para eles, quanto para as suas famílias e equipe de saúde.

Isso porque as instalações de cuidados de saúde tradicionais são constitucionalmente concebidas visando o bem-estar real dos pacientes, e se torna um indicador da sua saúde e recuperação do paciente.

Infraestrutura é importante para a recuperação dos pacientes

Instituições de saúde são locais onde os pacientes com determinadas condições de saúde vão para o tratamento, que é fornecido por especialistas e outros profissionais da área, seja para fazer uma rinoplastia ou uma cirurgia cardíaca de alta complexidade.

Sabe-se que o tratamento de um paciente nessas instituições é diretamente impactado pelo ambiente hospitalar e sua infraestrutura. Claramente, um paciente pode ser afetado pela Síndrome do Edifício Doente — reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1982.

Analogamente, em um ambiente de escritório, os sintomas da Síndrome do Edifício Doente podem reduzir a produtividade e aumentar o absenteísmo do trabalho, tais como pele seca e sintomas relacionados a membranas mucosas, como olhos, nariz e garganta, junto com os chamados sintomas gerais de cefaleia e letargia.

Tratam-se de um conjunto de doenças desencadeadas pela proliferação de micro-organismos infecciosos e partículas químicas em prédios fechados, segundo a OMS.

Por isso, a fim de reduzir esses efeitos do ambiente físico no processo de cura, recuperação e bem-estar do paciente, o projeto de design, da construção do ambiente hospitalar e sua infraestrutura precisam ser bem pensados.

Com o desenvolvimento de uma abordagem de gestão mais orientada para o paciente, tornam-se ainda mais impactantes salas de atendimentos individuais, com iluminação adequada e bem equipada, segundo os seguintes aspectos:

  • O ambiente construído pode contribuir para reduzir erros, quedas e infecções;
  • O ambiente construído pode melhorar a privacidade, conforto e controle;
  • Exemplos de recursos de design são: quartos com cama hospitalar automatica;
  • Melhorias devem ser empregadas no quesito visão e conforto acústico.

Nesse sentido, há um interesse crescente no papel da tecnologia e do ambiente construído como parte do tratamento holístico dos pacientes.

Os ambientes de cura bem elaborados tornam os hospitais menos estressantes e promovem uma cura mais rápida, além de melhorar o bem-estar das familiares que acompanham os pacientes. Criando, ainda, um ambiente de trabalho agradável, confortável e seguro para os funcionários.

Prevenção de erros no ambiente hospitalar

Uma das principais preocupações dos pacientes é a ocorrência de erros dos funcionários e profissionais médicos que trabalham em um hospital, recorrentes quando não:

Existe a padronização de ambientes: a padronização de salas e equipamentos, como a sala de Gerador de radiofrequência, torna as tarefas rotineiras mais simples e diminui os erros da equipe.

Quando a instalação possui salas idênticas, a equipe de enfermagem encontra exatamente a mesma distribuição, layout e iluminação em cada sala. Além disso, a luz natural e elétrica também é um aspecto importante a ser considerado para evitar erros.

A prevenção de quedas: as quedas são frequentemente o resultado de uma interação entre fatores individuais e fatores ambientais.

As quedas podem ser evitadas com características de design que consideram a fragilidade dos pacientes dentro e fora de seus banheiros. Uma vez que essas características básicas sejam corrigidas, as quedas dos pacientes podem ser reduzidas.

Cautela com a contaminação: deve-se mencionar que muitas superfícies e características ambientais são contaminadas perto de pacientes infectados; e o pessoal técnico pode subsequentemente contaminar suas luvas tocando nessas superfícies contaminadas.

Este tipo de transmissão é considerado mais comum em unidades com vários leitos. Exemplos de superfícies contaminadas com frequência através do contato com pacientes e funcionários incluem:

  • Mesas de cabeceira;
  • Cortinas de privacidade;
  • Teclados de computador;
  • Botões de bomba de infusão;
  • Maçanetas de portas;
  • Alças de pressão;
  • Cadeiras;
  • Móveis e bancadas.

É preciso ainda ter Coletor de material perfurocortante adequado e higienizado constantemente. Além disso, o design dos quartos dos pacientes pode influenciar a incidência de infecções porque os cantos apertados são mais difíceis de limpar do que as bordas lisas. Isto pode, por sua vez, ter um efeito negativo no desempenho do edifício.

Por outro lado, quartos com cama hospitalar de solteiro e boa qualidade do ar, reduzem substancialmente a incidência de infecções e mortalidade.

Enfim, os efeitos do ambiente físico no processo de cura e bem-estar em pacientes hospitalizados são importantes e merecem atenção e investimentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *