O que é um distrator palatal?

Seu portal de Saúde e Bem Estar

O que é um distrator palatal?

Indicado para fazer a expansão e ajuste de assimetrias faciais, o distrator palatal é como a alteração de crescimento ósseo, traumas, deformidades e outros.

Ele é uma ferramenta utilizada para incitar o crescimento dos ossos palatais. Eles podem ser encontrados em tamanhos pequenos, médios e grandes. O distrator palatal também pode ser chamado de distrator ósseo.

Entenda a importância do distrator palatal

É um dispositivo de alta tecnologia e devido a isto, é muito procurado no mercado da medicina. Além disso, também é eficiente na correção de disfunções faciais.

Seu investimento é focado no custo-benefício, visto que é um aparelho que pode ser de alta ajuda, para pacientes que precisam fazer cirurgias de correção óssea facial.

Ele é desenvolvido com materiais de boa qualidade, como ligas de titânio para os parafusos do dispositivo e titânio puro para as placas e telas.

Desta maneira, o distrator palatal possui uma alta durabilidade e resistência à corrosão, além de ser quimicamente passivo e biocompatível.

Para adquirir um distrator palatal, é necessário consultar um médico e até mesmo ler o manual de instruções, para entender como é o funcionamento deste dispositivo, quando instalado nos ossos palatais.

A manipulação e aplicação só devem ser feitas por um profissional. Se quisermos saber sobre preços, é possível fazer uma busca pela internet com o termo distrator palatal preço.

Além disso, existem outras recomendações quanto ao uso do aparelho: ele é de uso único e deve ser descartado após o uso. Não podendo ser revendido já utilizado, por questões de ética e higiene.

Antes de aplicá-lo, é necessário que seja feita uma revisão completa, para que se certifique de que o aparelho está completo, de forma que a cirurgia não venha a ser prejudicada.

Não é recomendável que sejam utilizados equipamentos de impacto ou que apliquem muita força no distrator ósseo, para que não haja riscos dele ser quebrado.

O uso do aparelho contribui com a qualidade de vida do paciente

Geralmente, doenças como o nanismo podem alterar a estrutura óssea facial, fazendo com que ocorram pequenas deformidades no rosto, por exemplo.

A distração óssea é uma boa alternativa, para pacientes que precisam de tratamentos para alongamento ósseo. A utilização de distratores para essa cirurgia, proporciona que o paciente fique menos tempo internado no hospital.

Preserva o suporte sanguíneo da região que será tratada e viabiliza a distração dos tecidos adjacentes ao osso, além de oferecer menores riscos de infecção.

O distrator palatal, além de possuir inúmeros benefícios, também tem outras vantagens, como o fato de ser um dispositivo intraoral.

Devido a este fator, a aceitação do paciente pode ser maior, por não ficar exposto e não possuir possibilidades de ocorrer possíveis cicatrizes externas.

Saiba como é feita a cirurgia

O processo da cirurgia do distrator palatal, consiste em iniciar a incisão com o deslocamento da mucosa entre os dentes pré-molares e molares.

Além de medir o tamanho de todos os ossos, posicionar o aparelho no osso do palato, fixar com parafusos, realizar as corticotomias, acionar o distrator, bloqueá-lo e encerrar o processo cirúrgico.

Além do distrator, outra ferramenta utilizada nas cirurgias são as fresas cirúrgicas. Elas são peças móveis, que servem como um encaixe em extremidades de ferramentas elaboradas para cirurgias.

São movimentadas por um equipamento eletrônico em formato cilíndrico, possuem seu tamanho equivalente a uma caneta e espessura parecida a de um pincel.

Elas atuam juntamente a este equipamento e podem ser encontradas em diversos modelos e formatos. Elas funcionam com outros sistemas eletrônicos e possuem funções em comum com outras fresas. Alguns dos tipos são:

  • Redondas;
  • Redondas de corte rápido;
  • Fresas de corte ósseo lateral;
  • Fresas laminadas para acabamento ósseo;
  • Fresas de alto desbaste ósseo;
  • Fresas de cabeça cônica para acabamentos de orifícios;
  • Fresas destinadas à craniotomia;
  • Fresas auto bloqueadoras;
  • Fresas destinadas a perfurações ósseas.

Todas elas possuem tamanhos e encaixes variados e são registradas na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Uma cirurgia buco maxilo ou buco-maxilo-facial, é um procedimento que consiste na correção de anomalias faciais.

Tais como, maxilar ou mandíbulas com tamanho incomum ou assimétricas. O procedimento é realizado por um profissional da área odontológica que é especializado.

Além disso, ele é quem cuida de enxertos para reposição da perda ou de ossos, que estejam atrofiados na boca na região do maxilar e da mandíbula.

Uma cirurgia buco maxilo, é capaz de corrigir definitivamente problemas na articulação temporo mandibular ou ATM, como também é chamada, que podem prejudicar a fala e mastigação, além de causar diversas dores e incômodos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *