O que é medicina esportiva? Qual a função do médico do esporte?

Seu portal de Saúde e Bem Estar

O que é medicina esportiva? Qual a função do médico do esporte?

A medicina esportiva é uma ramificação da medicina, tão legítima quanto a pediatria, odontologia, etc. O Brasil possui, em média, de 800 a 900 especialistas nessa área, sendo que ela vem ganhando peso com o passar dos anos, por conta da súbita necessidade de profissionais ocupando esse espaço.

Em 2005 foi constituída uma residência médica de medicina do esporte, desse modo, deu ainda mais força para essa área de trabalho.

O que é a medicina esportiva?

A medicina esportiva é uma área que abrange toda a ciência relacionada à atividade física e todas suas questões, além de também estudar a influência do esporte em várias faixas etárias, em qualquer tipo de instrução e com determinados tipos de doenças.

A intenção, nesse aspecto, é tentar habilitar o esporte para se adequar às necessidades de cada um, melhorando sua qualidade de vida em níveis exponenciais.

Um especialista em medicina esportiva também tem como áreas de estudo diversas modalidades da medicina, desde a ortopedia até a cardiologia.

Ainda assim, mesmo tendo ganhado reconhecimento por órgãos governamentais e ser compreendida pela associação de médicos como uma modalidade da medicina válida, ainda há uma extrema confusão sobre o real propósito de um médico do esporte.

O que faz um médico do esporte?

É interessante afirmar que um médico do esporte também possui, como principal área de trabalho, a fisiologia, desse modo, todos os sistemas do corpo humano, como cardiológico, respiratório, motor, dentre outros, são estudados e cuidados pelo médico do esporte.

Seu trabalho é repassar exercícios que podem ajudar a melhorar problemas em alguma parte específica do corpo.

O Mat pilates com rolo é um dos exercícios recomendados pelo médico do esporte, geralmente em caso de dores musculares ou para desenvolver sentidos motores diversos.

Nas consultas com médicos do esporte é muito comum que ele examine todos os sistemas do corpo do paciente, tanto por um questionário preciso, quanto por exames de toque.

Além disso, o médico do esporte também pode ser procurado não somente quando há queixas.

Existe também uma demanda para a procura desses profissionais por aqueles que estão em busca de melhorar seus corpos com base na musculação, desse modo, o médico também os examinará e tentará compreender se os objetivos que foram dispostos pelo paciente podem ser alcançados daquela forma.

O médico do esporte serve como um orientador, tanto para aqueles que não sabem como e por que devem realizar exercícios, quanto por aqueles que já têm um conhecimento básico, mas necessitam de acompanhamento.

As consultas sempre têm caráter extremamente incisivo, pois é de obrigação do profissional saber quando e como orientar.

Casos de escoliose também podem ser tratados com médicos do esporte, que muitas vezes poderão recomendar tanto ortopedistas como também indicar métodos para restauração.

O tratamento de desvios posturais varia muito de quadro para quadro, logo, é necessária uma pesquisa minuciosa sobre o assunto, e caso seja necessário, pode ocorrer também a utilização de um colete lombar.

Problemas respiratórios, como asma, também podem ser estudados e examinados por médicos do esporte.

O sistema respiratório, por ser um dos responsáveis pelo funcionamento pleno do corpo, é muito delicado e esses problemas podem, muitas vezes, ser causados por maus hábitos.

Em caso de problemas respiratórios por obesidade, os médicos recomendam exercícios leves como caminhadas, seguidos de alguns exercícios aeróbicos.

Também é repassada a maneira como esses exercícios deverão ser executados e as séries que deverão ser seguidas.

Não devemos confundir nutrólogo com médico do esporte, todavia, apesar das duas profissões terem quase o mesmo objetivo, que é reabilitar e dar uma qualidade melhor de vida para seus pacientes, o método com o qual trabalham varia bastante.

Ainda assim, mesmo com essas variações, é certo dizer que são duas áreas que se complementam. Inclusive, é muito comum que médicos do esporte sejam recomendados por nutrólogos e, vice e versa.

A razão disso se deve ao fato de que a mudança na qualidade de vida, no que se diz respeito à melhora, vai muito além do que só comer bem ou correr vários quilômetros por dia.

As dietas repassadas pelos nutrólogos, assim como os exercícios sugeridos pelos médicos do esporte, são formuladas ao estudar a cultura interna do paciente, desse modo, esses novos hábitos são muitas vezes amigáveis e podem ser realizados com facilidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *