Médicos especialistas e suas funções

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Médicos especialistas e suas funções

A maioria dos médicos decide se especializar em uma área específica, atuando em um único nicho de pacientes.

Isso permite que haja um aprofundamento do assunto, dominando todos os detalhes sobre ele e gerando um melhor atendimento.

Neste artigo, você vai conferir mais sobre três dos médicos especialistas mais comuns: o ginecologista, o urologista e o ortopedista.

Ginecologia e urologia

É comum encontrar pessoas que pensam que o ginecologista é um médico para mulheres e o urologista um médico para homens. Isso é uma ideia muito equivocada.

É comum que mulheres precisem de um urologista, tanto quanto homens. Entretanto, é considerado correto dizer que o ginecologista é o médico para mulheres, pois ele é especializado no aparelho genital feminino.

Ainda assim, o ginecologista, em alguns casos, pode tratar de homens. Isso porque alguns homens nascem com alguma parte do aparelho genital feminino (um caso de má formação), além dos casos de pessoas transexuais.

O urologista atende mulheres porque ele não é especializado apenas no aparelho genital masculino. Ele também é especializado no trato urinário de forma geral.

O urologista necessariamente teve a formação médica, estudando por 6 anos e, então, fez a especialização com residência médica em cirurgia geral e em urologia.

A soma final é de onze anos de estudos para que o médico esteja habilitado a exercer a profissão de urologista.

O medico urologista costuma atender pacientes em consultórios e fazer o acompanhamento dos internados, também efetuando cirurgias e diversos exames diagnósticos.

É tradição que esse médico ocupe um lugar de importância nos check-up masculinos, que contém exames preventivos.

Há um número impressionante de doenças tratadas pelo urologista, tanto no público masculino quanto no feminino, em diversas áreas, incluindo:

  • Infecções;
  • Inflamações;
  • Cálculos renais;
  • Incontinência urinária;
  • Problemas de infertilidade;
  • Cirurgia de transplante renal.

Já em uma clinica ginecologica, frequentada por mulheres, as questões abordadas são bem diferentes.

O ginecologista é responsável pela manutenção da saúde do aparelho genital das mulheres, garantindo sua qualidade de vida, evitando e tratando problemas.

Assim como o urologista, o médico que atua como ginecologista pode realizar cirurgias, diversos exames para diagnóstico de doenças, prescreve remédios.

É importante salientar que o ginecologista trata apenas no aparelho genital feminino de uma mulher que não está grávida.

Se a mulher estiver em processo de gestação deve procurar por um obstetra. As duas especialidades são muito confundidas porque a maioria dos médicos da área se especializam tanto em ginecologia quanto em obstetrícia.

As doenças identificadas e tratadas por ginecologistas são muitas, que podem ser desenvolvidas por maus hábitos, podem ser transmitidas sexualmente, podem ser hereditárias, as possibilidades são muitas. As mais comuns são cistos, tumores, câncer, infecções, endometriose.

Ortopedia

A ortopedia é a especialização no sistema locomotor humano. Isso inclui ossos, tendões, músculos, articulações e ligamentos.

A ortopedia é uma área intimamente relacionada à Traumatologia, que, por sua vez, é a especialidade médica que cuida de lesões corporais oriundas de traumatismos do aparelho locomotor.

O foco da Traumatologia, no entanto, são as lesões que ocorrem na coluna, na bacia, nos braços e nas pernas.

Uma clinica ortopedica deve ser visitada sempre que algum desconforto ou dor aparecer em algum dos componentes do sistema locomotor e não apenas quando algo mais grave acontecer.

O médico ortopedista pode realizar cirurgias, a mais conhecida sendo para hérnia de disco e diversos tratamentos. Pode ser necessário fazer uso de remédios, como pomadas, de equipamentos imobilizantes ou mesmo utilizar algum equipamento auxiliador de movimentos.

Como as crianças estão em estado de crescimento, seu sistema locomotor muda constantemente. Isso resulta em médicos especializados nesse público, que trabalham para que crianças solucionem problemas antes de chegar à vida adulta, conseguindo mais qualidade de vida.

Também existe uma área da ortopedia especializada em idosos, um público que costuma apresentar problemas decorrentes do envelhecimento.

Uma das áreas mais conhecidas, porém, é a ortopedia esportista. Os atletas tendem a sobrecarregar o seu sistema locomotor, utilizando-o muito mais e com muito mais esforço do que a maioria das pessoas.

O resultado é que os problemas ortopédicos são comuns e exigem atenção especial. Afinal, suas carreiras dependem da saúde desse sistema.

Para concluir, a recomendação é sempre procurar médicos especialistas para fazer exames preventivos. Não conviva com alguma dor ou desconforto e esteja sempre atento para descobrir uma eventual doença em seu estado inicial, quando o tratamento é facilitado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *