Saiba quais são as indicações médicas para atletas gestantes

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Saiba quais são as indicações médicas para atletas gestantes

Diversas atletas continuam a praticar esportes durante o período de gestação. Essa prática vem ganhando mais visibilidade com o passar do tempo.

Estudos afirmam que existe menos perigo do que se pensa para gestantes que praticam esportes. Por fim, existem cuidados específicos para a prática do esporte.

O mais indicado é procurar um centro de medicina esportiva com médicos especializados, com tratamentos para prevenir, acompanhar e realizar tudo o que é relacionado aos exercícios.

Eles realizam exames para avaliar o estado de saúde do paciente e em cima dessas informações, recomendam a melhor rotina de exercícios.

Para atletas gestantes, essa avaliação é essencial, uma vez que o alto conhecimento dos médicos sobre cada esporte é capaz de direcionar cada uma delas sobre quais tipos de exercício físico praticar durante esse período.

Em grande parte, os resultados dos exercícios são positivos e o aumento de pessoas preocupadas com a saúde física disparou.

No universo olímpico as mulheres grávidas sempre são incentivadas por seus médicos a continuar a prática de atividades físicas, a menos que haja alguma restrição em relação a uma gravidez de risco, por exemplo.

Considerando-se todos esses aspectos, muitos médicos sugerem a troca de atividades mais pesadas por algumas menos intensas, como o pilates para gestantes com bola, por exemplo.

Mesmo que de maneira mais leve, o melhor a se fazer é continuar prática do exercício que seu corpo estava acostumado a fazer antes da gestação – na verdade, o treino deve ser adaptado à nova realidade do seu corpo, considerando que competir durante esse período não é recomendado.

Nesse caso, é recomendável perguntar ao profissional se a prática de aula de pilates pode seguir, normalmente, no decorrer daquele período.

Quais as vantagens de se exercitar durante a gravidez?

A prática de exercícios, como um todo, é muito vantajosa ao organismo, e durante a gravidez não seria diferente. Confira, a seguir, algumas destas vantagens.

● Melhor aptidão física para realizar as tarefas do dia a dia;
● Menor ganho de peso;
● Saúde para o bebê, já que a glucose que vai para ele diminui;
● Melhora a circulação sanguínea, o que evita o aparecimento de varizes;
● Tonicidade dos músculos do assoalho pélvico;
● Proteção das articulações, uma vez que os exercícios tonificam os músculos e eles passam a suportar a maior parte do peso, aliviando as articulações.

Mas como o estudo sempre é benéfico e existem muitos profissionais sérios a fim de propagar seus conhecimentos, a mídia trouxe um debate interessante para a vida de quem pratica exercício frequentemente.

No caso de gestação para atletas, o que fazer se sua vida é voltada em torno do esporte? Como continuar seu treinamento, para que no final dessa gestação você não perca seu condicionamento físico?

O joelho, por exemplo, é uma parte do corpo que sofre muito durante a gestação, pois o aumento do peso e as mudanças hormonais fazem com que ele fique frágil.

Para isso, os centros esportivos possuem fisioterapeutas especializados em fisioterapia para joelho. Todo e qualquer problema de saúde ligado à atividade física será tratado nesses centros.

Os riscos de praticar esporte ou exercícios durante a gestação

Há sempre riscos uma vez que a mulher estiver carregando um bebê em sua barriga, e o médico deve ser franco nesta parte. Os riscos podem ser uma desidratação, perda de pressão, desmaios ou uma queda, que leve ao deslocamento de placenta.

Existe, também, um problema que chama embebição gravídica, que é a alteração hormonal que aumenta o risco de torção do pé.

Os esportes com risco de queda estão entre os primeiros da lista a serem evitados, já que eles exigem força da mulher.

Ademais, existe a opção da fisioterapia domiciliar como uma alternativa para o tratamento. Recomenda-se que não se pratique exercícios que fazem com que a gestante prenda a respiração ou que cause o aumento da pressão intra-abdominal.

Um tipo de exercício que é absolutamente proibido, é o scuba diving, definido como um mergulho com cilindro, por conta de seu alto risco de descompressão e embolia.

Estes são os extremamente contraindicados, então se a atleta não optar por se manter longe deles e preferir arriscar, os riscos diminuirão se forem feitos extremamente supervisionados por profissionais da área.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *