Exames e procedimentos em hospitais

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Exames e procedimentos em hospitais

Ninguém gosta de ficar doente, mesmo que de uma simples inflamação. No entanto, mesmo com todos os cuidados, por vezes, somos acometidos por infecções e enfermidades que precisam ser tratadas o quanto antes em hospitais.

Em casos mais graves, recomenda-se, até mesmo, internações em hospitais, com repouso em uma cama hospitalar.

O importante é não descuidar da saúde. E, para isso, além das consultas periódicas com o clínico, é preciso fazer um check up sempre que necessário, ou de acordo com o pedido médico, por meio da realização de exames.

Desse modo, tem-se um diagnóstico precoce de várias doenças, para o início do tratamento e, como consequência, maiores chances de cura.

Existem diversos procedimentos de avaliação do organismo, que podem ser requisitados enquanto estamos internados, para analisar o progresso ou regresso da doença, ou que são feitos em clínicas, com o objetivo de realizar diagnósticos.

Ou seja, os exames são indispensáveis e necessários para atestar as condições de saúde do organismo.

A importância da realização de exames de radiografia

Um dos exames normalmente requisitados, em especial, para pacientes que sofrem de acometimentos ou traumas ósseos, é o raio x  (radiografia).

O procedimento consiste na obtenção de imagens de ossos por meio de um método não-invasivo, com o uso de baixas doses de radiação.

Dessa maneira, é possível identificar rapidamente as alterações na estrutura óssea e de órgãos. Assim, por meio do exame, pode-se visualizar a presença de fraturas ósseas e outros males, como pneumonia (raio X do tórax).

O raio X é um dos exames mais antigos do mundo médico, sendo descoberto em 1895, em um laboratório de física na Alemanha.

A partir daí, a tecnologia permitiu o avanço das formas de captação de imagem óssea por radiografia, para a investigação de uma série de enfermidades, bem como nos setores de emergência. O procedimento é realizado por um aparelho de raio x preço diferenciado que emitem radiação.

Embora a dose seja mínima, recomenda-se que os pacientes não realizem a radiografia repetidas vezes e, além disso, é indicado o uso de vestimentas de chumbo. O raio x não deve ser feito por gestantes.

A radiografia pode ser usada para outras finalidades, como por exemplo:

  • Para exames de mamografia;
  • Para avaliação de doenças no abdômen;
  • Para análise de comprometimento de vias respiratórias;
  • Para fins odontológicos (panorâmicas da arcada dentária).

Mesmo sendo um exame bastante comum, os aparelhos de raio x são muito delicados e demandam um considerável investimento.

Por esse motivo, o preço aparelho raio x hospitalar pode ser influenciado por diversos fatores, como a tecnologia empregada no desenvolvimento da máquina, a segurança contra radiação, entre outros.

Exames periódicos para diagnóstico precoce

Além da radiografia, existem outros exames que são requisitados para o check up periódico e diagnóstico precoce.

Os exames de sangue são os mais populares e eficientes, pois a partir deles é possível dar início a investigação de uma série de enfermidades.

Ainda, o hemograma apresenta muitas informações sobre a saúde do organismo, como a quantidade de gordura e açúcar no sangue, dosagem hormonal e quais são os possíveis tratamentos para distúrbios.

Para a realização desses exames, é necessário procurar uma clínica ou laboratório especializado, que assegure um eficiente processo de esterilização por autoclave.

Dessa forma, garante-se a não contaminação do sangue, já que qualquer influência externa pode comprometer os resultados e ter como consequência diagnósticos imprecisos.

Os exames de sangue são, normalmente, requisitados em conjunto com testes de urina e fezes. Em conjunto, esses exames fazem parte da lista de procedimentos mais requisitados pelos médicos.

Nos casos especiais, o paciente pode ser submetido a realização de mais de um exame, dependendo dos sintomas apresentados.

Além da área médica, o ramo de odontologia também é beneficiado por esses exames. Em procedimentos como extração de dentes, os dentistas podem requisitar testes de sangue para observar se o paciente tem alguma anormalidade que não o dispense para a cirurgia.

Fora esses exames, a avaliação por ponta de ultrassom pode ser requisitada, principalmente em intervenções invasivas, como os processos de buco maxilofaciais.

Através do ultrassom, o dentista poderá visualizar se há alguma inconformidade com a arcada dentária que impeça uma cirurgia, ou ao contrário, necessite de uma intervenção imediata e emergencial.

Importante ressaltar que esses exames e avaliações são imprescindíveis para a área de saúde, para que os procedimentos sejam todos realizados da melhor forma.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *