Entenda as diferenças do aparelho de pressão e o estimulador de nervos

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Entenda as diferenças do aparelho de pressão e o estimulador de nervos

A medicina conta com o auxílio de tipos de aparelho essenciais para que os médicos consigam realizar o trabalho de diagnóstico e tratamento de pacientes, pois os conhecimentos profissionais são importantes para interpretação dos resultados, mas sem os exames e testes disponíveis as doenças não poderiam ser identificadas corretamente.

Conheça alguns dos aparelhos indispensáveis na rotina médica:

Estimulador de nervos

O Estimulador de nervos é um aparato utilizado para fazer testes nos nervos por meio da aplicação de cargas elétricas. O objetivo é promover o estímulo dos nervos a fim de obter as respostas necessárias para o diagnóstico e o tratamento adequados.

O equipamento é bastante usado em procedimentos cirúrgicos para fazer o estímulo de nervos e notar a contração muscular na hora a fim de observar se o paciente está respondendo ao tratamento. O aparato é de uso único e deve ser descartado logo após a utilização.

Aparelho de pressão

A pressão alta caracteriza um doença chamada hipertensão. Ela não tem cura e se não for controlada adequadamente, pode ser a causa de outras doenças como o infarto e acidente vascular cerebral.

A hipertensão pode ser controlada com medicamentos e com o auxílio de medidores de pressão para verificar os indicadores. Para auferir a pressão é possível contar com diversos tipos de aparelhos.

Apesar da hipertensão ser uma doença silenciosa, quando a pressão arterial está muito alta, o paciente pode apresentar sintomas como:

  • Enjoo;

  • Dor na nuca;

  • Tontura;

  • Dificuldade para respirar.

Para fazer a medição é possível usar aparelhos digitais e aparelho de pressão manual.

Os aparelhos digitais podem fazer a medição pelo braço ou pelo pulso, dependendo das especificidades do aparelho. Os de braço costumam ter a o aparelho, que apresentará os dados, ligados a uma braçadeira.

Já os medidores de pulso, possuem a braçadeira acoplada ao próprio aparelho. Esses são os aparelhos que qualquer pessoa pode ter em casa, pois é bastante fácil operá-los.

Os aparelhos de uso profissional podem ser do tipo esfigmomanômetro de coluna de mercúrio ou aparelho de pressão aneróide. O primeiro tipo foi bastante usado até muito pouco tempo, mas com o risco de contaminação pelo mercúrio, que é considerado um metal pesado, o aparato perdeu espaço no mercado.

Em seu lugar ganhou destaque o aparelho do tipo aneroide. Para operá-los é necessário fazer um treinamento, pois seu manuseio não é muito simples.

De modo que a recomendação, é que a medição com esse tipo de aparelho seja feita sempre por profissionais de saúde. Esse aparelho não é do tipo para se ter em casa.

Aparelho de pressão com estetoscópio é o modelo aneroide mais usado para fazer a medição. Ele possui um medidor analógico, a estrutura é semelhante a de um relógio, uma bomba manual, que precisa ser apertada pelo profissional de saúde na operação do aparelho e uma braçadeira, que será inflada conforme a bomba é apertada.

Esse procedimento faz com que os dados sobre a pressão sejam medidos pelo aparelho.  É possível encontrar também o aparelho de pressão com estetoscópio duplo.

A recomendação é que pacientes com hipertensão façam o controle semanal da pressão arterial. A pressão também pode ser auferida em outros momentos, principalmente se houver sintomas, como os citados acima.

Cuidados com a hipertensão

A medição de pressão regular é um dos cuidados que os pacientes com pressão alta devem ter e pode ser feita com o auxílio de um aparelho medidor de pressão, que pode ser usado até mesmo em casa, com a compra de um bom equipamento. Para isso basta uma busca por “Aparelho de pressão com estetoscópio preço”.

Existem, no entanto, há outros fatores que não podem ser ignorados para garantir a qualidade de vida da pessoa com essa doença, pois se os cuidados necessários forem tomados, é possível levar uma vida absolutamente normal.

Existem medicamentos usados no controle da hipertensão, mas uma alimentação saudável, com pouco sal e gordura, além da prática de exercícios físicos regulares também são essenciais para o controle da doença.

O sal é um dos maiores vilões da pressão alta e deve ser evitado. A dica é fazer uso de muitos temperos naturais, que darão o sabor à comida, contribuindo com que o sal seja apenas um complemento. Evitar o consumo de café, alimentos industrializados e carnes vermelhas também são práticas que podem ajudar.

A medicina evoluiu muito com o passar dos anos, não só no estudo das doenças e tratamentos, mas também no desenvolvimento dos aparelhos que auxiliam os diagnósticos e tratamentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *