Cuidados que precisam ser pensados para o seu filho

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Cuidados que precisam ser pensados para o seu filho

Um fator crucial para o desenvolvimento pleno e saudável de crianças está relacionado com o aporte que ela recebe dentro de casa, um acompanhamento médico adequado e a inclusão em sistemas educacionais completos, de forma a desenvolver sua interação social e os aspectos psicossociais, emocionais, físicos e intelectual de forma saudável e ampla.

Isso ocorre porque o desenvolvimento psicológico infantil é muito importante para a formação de sua personalidade futura e a forma com que ele lidará com situações adversas.

Assim, a educação complementar dada pela escola e o suporte dado em seu meio familiar é imprescindível para proporcionar, de forma direta, a formação desse individuo, seus traumas e suas forças.

Com o avanço da ciência e da tecnologia, a sociedade contemporânea tem deixado de lado alguns princípios fundamentais que são essenciais para o que concerne a saúde psicológica e física da criança.

Verificaremos no artigo a seguir como criar hábitos que podem prevenir problemas futuros e como tratá-las caso a criança venha a apresentar sintomas pertinentes a estes aspectos.

Sintomas e tratamentos

Um dos aspectos mais presentes em nossa sociedade, que antes era apenas algo que ocorria com adultos, é a proliferação do sintoma conhecido como ansiedade infantil.

Sabemos que a era digital tem sido de extremo benefício para as crianças, jovens e adultos, porém, caso não haja uma precaução e uso adequado de tais interações, elas acabam por prejudicar o desenvolvimento contínuo e saudável da criança.

Uma ótima orientação é o estímulo de atividade físicas, que podem ser praticadas de forma despreocupada a partir da idade adequada, geralmente entre 4 e 10 anos de idade. Isso porque é durante essa fase que os pequenos apresentam alto grau energético e físico, devido ao desenvolvimento celular e hormonal em seu corpo.

Pesquisas realizadas por meio de Avaliação psicológica infantil, sobre jovens que praticam atividades físicas e outras que não possuem tais hábitos cotidianos, foram significativamente relevantes com relação à saúde psicológica e física dos jovens.

De acordo com a pesquisa, crianças que praticam esportes apresentam um ótimo desempenho nos estudos e raramente apresentam sintomas como ansiedade e depressão

Já com relação ao jovens que não possuem tais costumes e atividades, eles passam a apresentar pouco interesse nos estudos e conflitos constantes no lar, resultando em problemas emocionais como a ansiedade e a depressão precoce.

Isso ocorre por uma infinidade de fatores, mas, de maneira geral, as atividades físicas auxiliam na liberação de hormônios como a dopamina e a serotonina, responsáveis pela sensação de bem-estar, prazer e felicidade. Ou seja, aspectos essenciais para o combate da depressão, raiva e diminuição do estresse.

Mas, diferente do que muitos imaginam as atividades podem ser simples, como:

  • Jogar bola;

  • Praticar corrida;

  • Natação;
  • Participar de lutas (que também auxilia na ordem e comportamento centrado);

  • Treinar em academia.

Também existem tratamentos que podem ajudar os jovens no combate a essas síndromes.

Neste contexto, é interessante investir em acompanhamento medico especializado e em rotinas de atividades que auxiliam na atividade cerebral, sem necessariamente envolver práticas esportivas (para aqueles que não desenvolvem interesse e aptidão).

Uma opção para os jovens que estão em fase de escolher seu futuro profissional e estão apresentando crise por dúvidas nesse contexto, pode ser interessante investir em uma orientação vocacional online.

Os métodos utilizados pela ferramenta proporcionam ao usuário uma melhor interação e reconhecimento de suas aptidões aque podem ser desconhecidas, a utilização do sistema contém questões que englobam todo o aspecto do indivíduo considerando aspectos com o qual ele tem maior afeição.

Outra vantagem deste método é que ele auxilia no autoconhecimento, fator primordial para ampliar a saúde e o bem-estar do jovem. Mais ainda, é por meio do autoconhecimento que ele aprenderá a lidar com seus limites e emoções, de forma a minimizar crises de ansiedade e a própria depressão.

Umas das características principais da orientação vocacional é proporcionar um aprendizado e conhecimento do indivíduo sobre seus desejos e gotos por meio de um teste de personalidade.

Tal ferramenta proporciona, assim como a orientação vocacional, um conhecimento mais profundo sobre a personalidade do avaliado como habilidades, potenciais e também apresenta características a serem trabalhadas.

Essa é uma ótima ferramenta para quem deseja um direcionamento ou confirmações sobre seus potenciais e aptidões.

Disfunções e tratamento bucal

Provavelmente, o leitor nunca ouvir falar ou chegou a ler algum artigo sobre ATM (Articulação temporomandibular).

Muitas pessoas possuem tal disfunção e, por falta de informação ou orientação, acabam por conviver com as dores e incômodos provocados por essa disfunção.

Geralmente, a síndrome afeta a região craniana e maxilar, interferindo na mordida e causando dor que pode aparecer na cabeça, maxilar, ouvido ou ao realizar a mastigação – que também fica comprometida.

No entanto, não é preciso se martirizar com esse sofrimento. Isso porque existe tratamento para tal problema e com o devido acompanhamento de profissionais específicos, mais conhecidos no ramo da odontologia como dentista especialista em ATM.

O tratamento desta disfunção pode variar de acordo com o desenvolvimento e estado do paciente. Problemas com ATM na maioria das vezes são provocados por stress excessivo e também por má formação genética.

No decorrer do tratamento, o paciente deverá submeter-se a atividades fisioterapêuticas, medicação, placas oclusais e também o uso de aparelhos que promovem o alinhamento do maxilar com o crânio.

O conteúdo informativo é de extrema importância para a identificação dos problemas e para procurar por médicos corretos. Isso porque na maioria dos casos os pacientes que sofrem de tal transtorno não tem conhecimento dos danos gradativos que o não tratamento e cuidado com a disfunção podem provocar a longo prazo, necessitando em muitos casos de um cirurgião dentista.

No entanto, todo o acompanhamento e dúvidas mais pontuais devem ser feitas com o especialista e acompanhamento.

A cirurgia tem como intuito melhorar a flexibilidade da mandíbula do paciente que sofre com a disfunção provocada pelo desgaste da cartilagem localizada na região facial craniana.

Obviamente, o tratamento preventivo pode proporcionar ao indivíduo uma melhor recuperação e adaptação por meio das precauções que ele proporciona, evitando a necessidade de cirurgia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *