Cuidados da pós cirurgia que você precisa conhecer

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Cuidados da pós cirurgia que você precisa conhecer

Quando fazemos alguma cirurgia, independentemente de sua necessidade, se foi para o ramo da beleza ou para salvar uma vida de alguém que tinha algum problema grave, alguns protocolos devem ser seguidos.

Saiba mais sobre o processo pós-operatório estético

Um exemplo de cirurgia que pode ser citado é a lipoaspiração. Um método cirúrgico feito diariamente em pessoas para aspirar a gordura corporal através de um material chamado cânula, que é um tubo que puxa ou solta medicamentos e afins.

Esse processo é feito em diversas partes do corpo para a retirada da gordura localizada da pessoa, e pode remover até 5% do peso total do paciente. Ela pode ser feita no local desejado a partir da avaliação de um médico cirurgião plástico especialista.

Como funciona a cirurgia de lipoaspiração?

Após todos os exames pré-operatórios e avaliações necessárias, antes de inserir as cânulas, o médico infiltra uma solução composta por soro e adrenalina para evitar chances de sangramentos e traumas. Após isso elas são colocadas abaixo da pele e disparam um sistema a vácuo que retira a gordura.

Lembrando que essa cirurgia deve ser feita com anestesia, e pode ser tanto a geral, quanto a peridural ou a local. Esse fator depende muito de onde será feita a intervenção, que costuma ser procurada por pessoas que querem sumir com suas gorduras localizadas.

Essa cirurgia visa a modelação corporal e não o emagrecimento, e seus tipos são:

  • Comum – gordura é sugada pelas cânulas
  • Lipoescultura – Retirada de gordura que pode ser colocada em outra parte do corpo
  • Vibrolipo – Na hora da saída da gordura, há uma vibração da cânula
  • Hidrolipo – É feita em locais menores e possui uma solução a anestésica
  • Lipoaspiração a laser – É feita com cânula e com fibra ótica para maior rapidez e absorção na cirurgia

Agora que você sabe como funciona o processo de cirurgia, é interessante saber o que será necessário para o período do pós-operatório. Acompanhe este artigo e saiba mais sobre como lidar com ela.

O processo do pós-operatório e seus cuidados básicos

Como seu corpo ficará inchado e necessitará de cuidado de todos do hospital, seja do serviço de copeira para te ajudar a comer até as enfermeiras para te darem banho, alguns passos deverão ser seguidos.

Esse processo costuma ser um pouco mais dolorido e demorado, mas esses sintomas desaparecerão com o tempo de recuperação. É comum sentir dores no corpo e ter locais com inchaços.

Para que tudo isso diminua, é necessário que se use uma cinta pós cirurgica lipoaspiração especial, pois ajudará a conter as dores e outras adversidades. Outros de seus benefícios principais são evitar a flacidez da pele e devolver a firmeza necessária.

Ajuda muito nas dores nas costas e melhora seu formato postural. Ou seja, ela serve como um apoio e um conforto maior, além de ser cinta modeladora para aperfeiçoar o corpo.

Esse tipo de material deve ser escolhido com o tamanho correto para não apertar e deixar o paciente mais desconfortável ainda e não pode ser usada por tanto tempo, somente o especificado, que costuma ser 7 horas por dia.

Assim como a cinta, outro artefato que costuma ser pedido no pós-operatório, seja de lipo ou de outros procedimentos estéticos como implantar silicone, é o sutiã pós cirurgico, que também tem o foco de dar mais conforto a quem for usar.

Ele promove toda a sustentação dos seios que podem pesar ou prejudicar no momento de recuperação, ajuda na circulação e também ajuda a desinchar a região e os locais mais próximos.

Ou seja, tanto o uso da cinta quanto o uso do sutiã são importantes nesse processo, para que a recuperação possa ser mais fácil e mais rápida que que não haja problemas em sua realização, que costuma demorar em média, no mínimo, 3 meses.

Além desses apetrechos, é recomendado ter uma dieta com muita proteína, se movimentar o menos possível, pelo menos nas primeiras semanas e se hidratar bastante para evitar problemas.

Conclusão

Em todo processo cirúrgico há diversas etapas necessárias e que devem ser feitas para a proteção do paciente.

Com todos os exames em dia, ter seu médico de confiança e não extrapolar no momento de recuperação, nenhum problema ocorrerá nesse meio tempo, e quem a fez se sentirá muito melhor que antes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *