Criolipólise: entenda o que é e como funciona

Seu portal de Saúde e Bem Estar

Criolipólise: entenda o que é e como funciona

Em primeiro lugar, o que é criolipólise? Nada mais é do que um procedimento não invasivo com o intuito de reduzir a gordura localizada, ou seja, concentrada em algumas áreas do corpo e difícil de se livrar mesmo com dieta e prática de exercícios físicos.

A origem da palavra vem da junção de três palavras científicas gregas e antigas: “krios” (frio), “lipo” (gordura) e “lise” (quebra). Assim, criolipolise é a quebra de gordura por meio do frio.

Entretanto, ela não é uma técnica que proporciona o emagrecimento, mas apenas um procedimento estético simples, não é recomendado às pessoas obesas ou que tenham sobrepeso.

Lembre-se esse método de estética somente pode ser efetuado por profissionais especializados na técnica (médico e esteticista), pois tem riscos caso feito inadequadamente, causando queimaduras. Essa técnica pode ser aplicada em algumas regiões do corpo:

  • Contorno corporal;

  • Abdômem;

  • Costas e flancos;

  • Coxas, glúteos, braços e joelhos.

O método de Criolipólise para culote utiliza uma máquina que funciona junto com uma ponteira semelhante ao aspirador de pó, sugando a gordura superficial por meio da criação do vácuo e criando baixas temperaturas. Dessa forma, afetando as células de gordura, dando sua morte e posterior absorção e eliminação.

Há 3 tipos de eliminação da gordura, uma pode ser por meio do sistema linfático, pelo fígado ou é reaproveitado pelo organismo na produção de hormônios sexuais. Uma sessão tem em torno de uma hora e permite que o paciente retorne às atividades usuais no mesmo dia.

Os resultados são percebidos ao seguir as recomendações médicas à risca e fazer as sessões corretamente, pois em uma única sessão não dá para enxergar o resultado.

A técnica criolipólise preço pode variar. Entretanto, é válido lembrar que o processo pode trazer riscos como qualquer outro tratamento, mas é considerado um procedimento seguro e eficaz, eliminando de 20% a 30% da gordura localizada.

Criolipólise também pode ser uma alternativa contra a papada

Com a idade avançada é normal se preocupar em esconder a papada, isto é, um tipo de gordura localizada abaixo do queixo que há diversas formas de aparecer. Assim, a Criolipólise para papada também ajuda a reduzir essa gordura.

Existem dois motivos muito comuns que contribuem para a formação da papada, são a flacidez da pele, em mulheres mais velhas, principalmente, e a gordura localizada.

A região do rosto é bem sensível e, por isso, algumas pessoas sentem insegurança em intervenção cirúrgica invasiva como a lipoaspiração.

Como citado no texto acima, a criolipólise resfria a célula da gordura em uma temperatura de -11º C que mata a gordura progressivamente durante seis semanas.

Os profissionais em dermatologia indicam esse método por ser seguro, inovador e não invasivo, pois não há necessidade de cirurgia.

A ponteira é denominada de “coolmini” que integra um equipamento chamado “coolsculpting” que, aplicado na papada, diminui em média de 22% a 25% da gordura abaixo do queixo numa única sessão.

Geralmente, esse tipo de gordura localizada, com uma aplicação já resolve o problema na maioria dos casos, a sessão dura cerca de 45 minutos, até uma hora e meia. Os resultados são visíveis depois de três semanas, ajudando no realce do contorno facial.

A criolipólise não é indicada às pessoas com crioglobulinemia, condição do sangue onde há grandes quantidades de proteínas, tornam impossível em temperaturas reduzidas ou em doenças de pele.

Conheça outro tratamento estético: criofrequência no rosto

Criofrequência no rosto é um tratamento igual ao criolipólise que é eficaz no combate à flacidez e à gordura localizada, sem dor, sem ser invasivo ou deixando marcas na pele.

No entanto, a criofrequência não se restringe a eliminar a gordura localizada, ela também renova o colágeno, eleva a firmeza e a luminosidade da pele.

Um dos aparelhos utilizados na técnica é responsável por acabar com as células de gordura chamada de “apoptose”, também elimina as células de obesidade e renova as fibras de colágeno. Ainda agrega uma firmeza no local da aplicação.

O aparelho que realiza a criofrequência é similar ao de radiofrequência (atuante no combate à flacidez). Tem uma ponteira ultracongelada que esfria a epiderme a -10º C, gerando imediatamente a contração das fibras de colágeno, com efeito lifting.

Assim o dispositivo esfria e, assim, possibilita aumentar a potência da radiofrequência sem causar o risco de queimar a pele do paciente. É por meio do choque térmico, entre o frio e o calor, que cresce a eficácia do tratamento facial com criofrequência.

O rosto apresenta uma melhora significativa e com benefícios de uma pele mais firme, melhora na circulação e reduz a adiposidade na extensão da aplicação.

Sendo recomendado às pessoas com: flacidez no rosto e no pescoço; gordura localizada na papada, bochecha e queixo duplo; rugas e marcas de expressão; envelhecimento facial e fibroses pós-operatórias.

E não é indicado para pessoas que tenham marcapasso, câncer de pele, grávida ou que esteja em período de amamentação, dermatites, corticoides e ataques epiléticos.

 

Um comentário

  1. sandra fatima disse:

    Nosso muito interresante Gostei ! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *